25 de abr de 2013

A força da torcida brasileira - só que ao contrário


Ontem, na partida do Brasil, chegamos a uma situação no mínimo muito incômoda: Neymar, nossa maior esperança pra Copa, foi xingado, ao mesmo tempo que os jogadores sofreram com o "olé" que partiu da própria torcida brasileira.

Você, torcedor canarinho, com certeza deve estar insatisfeito com a equipe - que de fato não rende o esperado -, mas pense comigo: será que não é a hora de apoiar? Faltando cerca de 2 meses para a Copa das Confederações e com um time ainda não formado, não seria melhor mostrarmos que estamos juntos para batalhar por essa primeira conquista, atalho para 2014?

O que se viu ontem foi muito inapropriado. Não é de hoje que a seleção brasileira convive com pressão da torcida nos jogos realizados no Brasil e talvez por causa disso não consiga resultados.

As reclamações são, sim, válidas - afinal eles são, supostamente, os melhores do país pentacampeão - mas é necessário que se tenha um limite. Para qualquer jogador, ouvir as vaias de ontem deve ter sido um momento muito infeliz.

Os críticos argumentam que talvez possa sentir de incentivo para a seleção jogar mais. Penso eu: não é melhor incentivar com gritos a favor de nosso país? Cobrem raça, dedicação - nós temos esse direito -, mas reverenciar o adversário é o cúmulo do cúmulo.

Estamos em uma situação tão delicada que é cabível dizer que jogaremos quase como visitantes nas Copa das Confederações e do Mundo.

O primeiro pensamento de qualquer um no momento que ouviu que o Brasil sediaria essa competição foi um só: "teremos uma grande festa!" - fora, claro, as gigantescas contestações de nossa população muito patriota (só que ao contrário).

Hoje em dia é quase um martírio representar a Seleção Nacional; se xingam até Neymar, o que dirão de personagens como Marcos Rocha, Leandro, dentre outros?

Meu recado é claro: se você vai ao estádio, apoie. Se não, você tem todo o direito de criticar - mas em casa, nas redes sociais.

Vamos aproveitar esse privilégio que teremos ao sediar uma Copa do Mundo! Estamos no caminho contrário. Sem a torcida, a chance de fracassar cresce muito.

Incentive, torcedor! Seu apoio é FUNDAMENTAL. Mais até do que nosso jogador de moicano, VOCÊ pode fazer a diferença!

Por fim, que tenhamos mais momentos como esse de Belém (que foi injustamente sacado da Copa) nas partidas do Brasil:

0 comentários: