30 de mar de 2013

"Imagina nas Olimpíadas..."


Não tenho dúvida de que qualquer brasileiro em sã consciência gostaria de ver o Maracanã - agora em processo de reformas - como o estádio que receberá as provas de atletismo nas Olimpíadas de 2016. Infelizmente, o ex-maior estádio do mundo estará presente apenas na Copa do Mundo, na cerimônia de abertura das Olimpíadas de 2016 e nas partidas de futebol daquele torneio que decidirão as medalhas de ouro, prata e bronze.

Por alguma medida desconhecida e até irresponsável do Comitê Olímpico, além de falta de dinheiro para adaptação completa do Maracanã ao atletismo, as provas mais nobres das Olimpíadas serão no Engenhão.

Os motivos para se ir contra esse estádio são diversos; pouca capacidade, distância para o centro da cidade, falta de infra-estrutura, e o mais recente apareceu semana passada: a necessidade de fechar o Engenhão por problemas em sua cobertura. Dizem que se bater um vento forte, há sérios riscos de desabamento.

É difícil de acreditar, mas o mesmo estádio que recebeu o Pan de 2007 e foi construído há menos de 6 anos, hoje se encontra fechado por problemas de estrutura. Nesse momento, estão "analisando para conferir se houve algum erro no projeto".

É deplorável e inaceitável tal situação. Como é possível o estádio que será o foco do evento mais tradicional do mundo se encontrar dessa maneira e ser o cotado para um evento desse porte com um problema estrutural tão evidente? 

Em outras palavras, como podem escolher um estádio que apresenta inúmeros defeitos a ponto de ter que ser interditado? O vexame ainda continua porque, além do Engenhão, o Parque Aquático Maria Lenk e o velódromo do Rio não poderão ser utilizados pois estão fora dos padrões.

Enquanto isso, um belo e tradicional Maracanã está sendo reformado; no entanto, ele "só serve para o futebol". Perderemos uma bela chance de mostrar ao mundo que somos capazes de construir um estádio de nível mundial ao não utilizar o Maracanã.

Na realidade, o Governo está focado somente na Copa do Mundo. E mesmo assim, os estádios estão sendo construídos de qualquer modo, com aquele jeitinho brasileiro, tendo como consequência o aparecimento de vários problemas, vide o exemplo do Mineirão.

Se já está ruim para a Copa, "imagina nas Olimpíadas!"

0 comentários: